Como são feitas as cirurgias profiláticas de mama?

As cirurgias profiláticas de mama consistem na remoção bilateral dos seios, após avaliação que sugira um alto risco de desenvolvimento futuro de tumor na região. Em seguida, ocorre a reconstrução mamária. É preciso salientar que o procedimento pode gerar complicações em até 30% dos casos. Entre os problemas mais comuns estão o resultado estético desfavorável, a redução da sensibilidade e até a necrose de papila ou perda da prótese de silicone.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp